nTnD

Plataforma Zoom //

“ A poesia é como um duende verde, aparece quando aparece”. As palavras são do Pedro Braga Falcão, sorridente, olhar desafiador. Do outro lado, estão Paula, Karina, Fernando, Pedro e João.