nTnD

Plataforma Webex //

A sessão de hoje decorreu na sala dos instrumentos.
A dupla Evanuel e Rogério disse que era difícil “enganar-se” com os sons, mesmo de olhos fechados. Que conhecem todos os sons do Estabelecimento Prisional: sons das tampas de esgoto, das cadeiras da cantina, dos colchões, da madeira, dos passos. A sessão prosseguiu tentando aproveitar e ver os instrumentos disponíveis: um teclado; guitarra elétrica e acústica; uma caixa. O Eduardo partilhou com os reclusos uma espécie de trilha sonora inspirada nos sons que se falaram na sessão anterior. Pediu aos 4 presentes para ouvirem e tentarem descobrir esses sons. Reconheceram o vento, os berlindes a rolarem pelo chão, o pigarrear, as janelas a baterem com o vento.
Depois, com os instrumentos disponíveis, Eduardo pediu para acompanharem, ou complementarem, os sons da trilha. Houve quem utilizasse a voz, as cordas de uma guitarra, o próprio corpo. Não há distâncias nem impossíveis para a música.