nTnD

Plataforma Zoom //

Tatiana não se lembra dos poemas que treinou, nem onde os guardou. Apenas encontrou um poema que disse logo nas primeiras sessões, o Menino Azul, de Cecília Meireles e António pediu que o lesse. Mas não era este que tinha sido treinado.

Encontrou depois o poema A Cabeça do Ar. Leu-o. E António relembrou uma dica que tinha dado numa sessão anterior: que brincasse com o ‘ar’. Em cada verbo, prolongar-lhe o final: ‘voar, sonhar, falar”. 

E Tatiana fica encarregue de gravar o poema para que seja integrado no filme final.