nTnD

Plataforma Zoom //

Ana e Vítor são os participantes da primeira sessão com o Lar da Santa Casa da Misericórdia de Bragança. Ana, de 80 anos, era funcionária Administrativa de Departamentos do Ministério da Educação e Vítor, de 94 anos, antes da reforma, trabalhava na construção civil. Apresentações feitas sobre o projeto, António quer saber quais os textos que Ana e Vitor mais gostam, para serem trabalhados tecnicamente. O nevoeiro foi o tema escolhido por Ana, que disse um poema da sua autoria. Vitor também quis dizer versos escritos por ele. Ambos aproveitaram o confinamento para dar asas à criatividade e escrever poemas mas dizem que não se sentem poetas. Já que Vítor morou em Setúbal, como Bocage, António sugeriu-lhe que procurasse poemas deste poeta e que escolhesse também um poema de Ana, para mostrar na próxima sessão. Os dois, desafiaram António para dizer também ele um poema, já que a poesia é assim mesmo, sabe ainda melhor quando partilhada. António, surpreso, citou de cor um excerto dos Lusíadas, de Luís de Camões (“As armas e os Barões assinalados…”). E combinou levar outros poemas, para a próxima sessão.