nTnD

Plataforma Zoom //

Três tristes tigres, não é fácil de dizer mas quem já não o tentou fazer?
Devagar, depois mais rápido, os três tristes tigres lá vão destravando a língua. Nesta sessão marcaram presença Sabrina e Tatiana, faltou a Mafalda. Venham então os poemas escolhidos: Tatiana leu “A Minha Cidade”, de Luísa Ducla Soares. Seguiu-se Sabrina, com o “Mostrengo” de Fernando Pessoa. António leu também um poema, desta vez em jeito de adivinha, “Escadas sem Corrimão” de David Mourão-Ferreira.Depois a poesia correu “Na Terra dos Sonhos” de Jorge Palma. “Mudam-se os tempos mudam-se as vontades”, de Luís Vaz de Camões foi o escolhido por Sabrina. António deu uma ajuda para que as palavras que entretanto já entraram em desuso se pudessem encontrar com o presente, trocando palavras antigas pelas do quotidiano. E, já que foi uma sessão de música, ouviu-se “Mudam-se os Tempos, Mudam-se as Vontades”, de José Mário Branco.